Beleza & Cabelo

Diário de uma transição capilar, em fotos!

Minha transição começou em março de 2016, ou melhor essa foi a minha última química. Depois de uma década fazendo diferentes tipos de alisamentos, reparei que não sabia mais como era a textura natural do meu cabelo. Morando fora do Brasil não tive coragem de “entregar” meu cabelo nas mãos de quem eu não conhecia para alisar, e comecei a ter curiosidade de como seria meu cabelo natural, muitos diziam que não voltaria a cachear, porque passei muito tempo alisando, mas “paguei” pra ver!

No inicio cabelo grande liso, lidar com as duas texturas apenas com a chapinha, porém a raiz sempre falava mais alto e como falava ALTO! (Como podem ver nas fotos).

Eu não fazia a menor ideia de que o mundo das transições capilares mudaria tanto uma pessoa, é um universo paralelo surpreendente, cheio de segredos, truques, técnicas e de uma transformação INTERNA surpreendente. Mas ainda assim mergulhei de cabeça. Nunca fui apegada ao tamanho do cabelo, então fiz meu primeiro corte.

Não é sobre ditadura da cacheada, é sobre você se sentir bem da forma que você escolher, lisa ou cacheada/crespa/ondulada.

Quando comecei com a progressiva foi para otimizar meu tempo e também por teimosia, sabe o ditado que o proibido  é melhor, de tanto ser “proibido” fazer progressiva em meu cabelo, quando completei 15 anos, fiz!
Aos 16 anos entrei na faculdade e a progressiva facilitava minha vida, pois era só lava o cabelo e pronto, no máximo quando começava a crescer a raiz era passar a chapinha.

Era libertador não precisar sair com cabelo molhado, passar cremes para finalizar, lavar dia sim dia não, confesso nessa época a progressiva era sim LIBERTADORA, depois de adulta, viajando 2 horas para ir e voltar para faculdade, me dei conta de que, em algumas fases da vida, tempo vale ouro.

Com uma boa progressiva, eu conseguia um resultado legal, sem gastar tanto tempo todos os dias.

As inspirações de cacheadas do meu tipo de cabelo, me ajudou muito no processo, você começa a se ver com outros olhos, e o que antes não era visto como LINDO, (como falo nesse post aqui), hoje graças a internet, temos muitas inspirações de mulheres confiantes e apaixonadas pelo próprio cabelo. Com o tempo, buscando essas inspirações mesmo em dias, que meu cabelo não estava me agradando (como nas fotos abaixo), eu comecei a me sentir assim também, apaixonadas pelo meu cabelo, mesmo ainda estando no processo de transição.

Minhas inspirações durante e após transição:

Melhor vitamina durante a transição, vitamina T, Tesoura!

Fiz dois cortes no meu cabelo durante a transição, o primeiro tirando boa parte do comprimento e do cabelo liso, porque assim ficou mais fácil para lidar com as duas texturas, mesmo que usando a chapinha.

O segundo foi exatamente com 1 ano de transição, o tal do Big Chop (Conto a  história do meu big chop nesse post), ai sim tive a verdadeira LIBERTAÇÃO!

IMG_6551
Primeiro dia após Big Chop

O corte foi importante, pois foi quando eu realmente me vi cacheada, sem chapinha.

As pessoas que me viram após esse corte super estranharam, já que escondia minha transição com a chapinha. Decidir fazer meu big chop porque era o mês que me mudei para EUA, e assim como minha vida estava tendo uma grande transformação, meu cabelo acompanhava, Thauana nova, vida nova. Durante minha transição minha vida mudou bastante, e sempre falei que transição capilar é também uma transição interna, quase como se o cabelo novo tivesse me dado mais força para lidar com as mudanças.

Meu cabelo tem vida própria, durante e após a transição!

Antes de passar por todo esse processo de transição, achava que cabelo cacheado bonito e possível, era aquele todo “certinho no lugar”, quão iludida em Thauana. Com o tempo fui descobrindo que meu cabelo tem vida própria, e esses cabelos certinho e sempre impecáveis, são cabelos, alisados e depois modelados, modelados com babyliss e afins. O resultado é lindo, mas é diferente do cabelo naturalmente cacheado.

Na vida real, é normal acordar com o cabelo um dia bem cacheado no outro só ondulado, em um momento ele está volumoso em outro “murchinho”!  Não quer dizer que ele não está bem cuidado. Quer dizer que aquela pessoa vive a vida dela e tem outras coisas mais importantes naquele momento para se preocupar ou simplesmente porque ela ama o cabelo assim e pronto.

Sair um padrão para seguir outro? Isso não faz nenhum sentido. Acredito que temos que está feliz do jeito que nos sentimos bem, até porque a transição e os cabelos naturais também não é uma DITADURA, e muitas meninas como eu deixamos de ser cacheadas, por conta da ditadura do liso nos anos 90. Temos que evoluir sempre e a evolução consiste em nos amar e nos agradar! Não “caber” em um rótulo! O que precisa ser transformado é a maneira que você se enxerga.

Instagram: Thaubarbosaa
Eu hoje!!

No minuto que você se sentir linda da forma que é (alisada ou não), todas as outras pessoas vão se sentir prontas para fazer o mesmo. Isso, por experiência própria, eu posso garantir pra vocês! Sou a favor de não dita uma padronagem seja de cabelo, corpo, etc! Ao invés da ditadura da beleza da mulher, deveria ter, a ditadura do amor ao próximo!

Anúncios

11 comentários em “Diário de uma transição capilar, em fotos!”

  1. Eu também estou passando pela transição e estou curtindo, mas às vezes dá um desanimo também, quando o cabelo não fica legal, mas transição é assim mesmo.
    Decidi assumir o cabelo, pois queria mudar de visual, nem porque eu queria me libertar da progressiva, às vezes tenho até saudade da praticidade rs.
    Também não tenho apego à cabelo e já cortei o meu, mas ainda não saiu toda química, e também não tive coragem de fazer BC, mas vou seguindo.
    Seu cabelo é lindo natural, parabéns pela conquista dos cachos.

    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s